Disciplina - Lingua Portuguesa

Contexto histórico, autores e obras do Simbolismo

Com os olhos fechados ao mundo os poetas simbolistas buscam no seu interior a tentativa de solucionar os dramas dos conflitos existentes. Os simbolistas não veem mais sentido na realidade em sim mesma e, sim, naquilo que sua intuição diz sobre ela. Desse modo, predominam nas obras: Ilogicidade e delírio, sugestão, musicalidade e sublimação. Assim, a poesia torna-se anti-intelectual e antirracional. No Brasil, o início do Simbolismo dá-se com a publicação de “Missal e Broquéis” de Cruz e Souza. Esse estilo desenvolve-se mais no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e no Paraná.


Autores Simbolistas

  • Cruz e Souza
  • |Alphonsus de Guimaraens

Ícone para leitore online

Para ler algumas obras desses autores
acesse o Leitura Online



O Simbolismo no Paraná

(...) O Simbolismo, embora tendo representantes em vários estados, foi especialmente vigoroso no Paraná e, por conseguinte, é descrito como um simbolismo particular. A primeira particularidade (estendida ao próprio estado) liga-se ao clima da cidade de Curitiba, considerado frio e europeu, e ao relevo ondulado de suas montanhas, o que aproximaria os escritores locais do “clima” da matriz simbolista parisiense. (OLIVEIRA, 2007).

Principais representante do simbolismo no paraná foram: Emiliano Perneta e Nestor Vítor.

Saiba mais...


Ícone para site
Escritores Paranaenses
Recomendar esta página via e-mail: